Digite para procurar

Painel de 210 metros homenageia profissionais de saúde de Passos

Social

Painel de 210 metros homenageia profissionais de saúde de Passos

Compartilhar
  1. Artista plástico Raul Talles dos Reis levou 50 dias para produzir a obra mais desafiadora de sua carreira, encomendada pela construtora Saneatec

Texto: Pedro Freitas/ Edição: Lívia Ferreira/ Imagens: Raul Talles

Médicos e enfermeiros retratados em um muro de 210 m2 no cruzamento das ruas Santo Antônio e Tenente Vasconcelos, em Passos. Esta foi a maneira encontrada pelo empresário Vilson Brito para homenagear os profissionais de saúde da cidade que, de alguma forma, estão envolvidos no combate à pandemia da Covid-19.

Brito é dono da Saneatec, construtora que, além da geração de empregos, tem deixado um legado cultural ao espalhar arte pelos muros da cidade. Foi dele a escolha dos profissionais retratados no muro.

 Desde os 7 anos – Para esta empreitada, o escolhido foi o artista plástico passense Raul Talles dos Reis. A paixão pela arte começou cedo: com apenas 7 anos de idade ele inventou de desenhar e não parou mais. Aos 14 descobriu o grafite e se profissionalizou. Hoje, com 40 anos, o artista plástico está mais ativo do que nunca – parte da sua produção pode ser conferida no Instagram. “São 26 anos trabalhando com isso, e em meio a essa pandemia vi que nosso trabalho, como artista, ganhou mais relevância”, disse.

500 metros – Retratar os profissionais de saúde foi a obra de arte mais desafiadora de sua carreira. Consumiu 50 dias de trabalho. “É muito difícil retratar pessoas em grafites. Mas é muito bom ver a reação da pessoa quando se vê eternizada na obra, ainda mais por serem profissionais que estão salvando vidas”, explica. E esta não foi a maior: Raul já chegou a pintar painéis de 500 metros.

Viral – A produção de grafites retratando profissionais da saúde viralizou no Brasil e no mundo. O artista Gustavo Nénão, por exemplo, produziu uma obra para homenagear profissionais da saúde do Hospital das Clínicas da Unicamp. O trabalho levou 16 horas para ser realizado e, segundo o artista, é uma forma de agradecer os profissionais (clique aqui para ver o painel).

Você sabia? O grafite nasceu em Nova York, na década de 1970. A ideia era interferir na cidade de forma positiva e, ao mesmo tempo, fazer uma crítica social. A arte chegou à cidade de São Paulo no final dos anos 1970 e foi rapidamente adotada pelos jovens que precisavam se expressar e deixar sua marca. Os brasileiros desenvolveram um estilo próprio e que hoje é reconhecido como um dos melhores do mundo. Bora conhecer o painel do Raul? Então arrasta!

 

 

 

 

 

Tags:

Você também deve gostar

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *