Digite para procurar

Prefeito assina ordem de serviço para asfaltar 28 ruas e avenidas de Passos

Cidades Destaque

Prefeito assina ordem de serviço para asfaltar 28 ruas e avenidas de Passos

Compartilhar

No total, serão quase 35 mil m2 de vias pavimentadas. Escolha levou em consideração a quantidade de habitantes nos locais selecionados. Confira a relação completa

Da Redação – Foto: Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Passos

O prefeito de Passos Diego Oliveira (na foto, à dir.) assinou nesta segunda-feira a ordem de serviço para asfaltar 28 ruas em nove bairros em todo município. Os R$ 4.782.566,00 que serão usados para execução da obra vieram por meio de emenda parlamentar do deputado federal Emidinho Madeira (à esq.). O Poder Executivo entrou com uma contrapartida de R$ 976.133,90. O serviço ficará a cargo da empresa Unibase, com sede em Betim (MG).

Continua depois da publicidade

Conheça o Centro Médico Integrado em Oncologia e Cirurgia

Relação das ruas
De acordo com o cronograma, as ruas selecionadas são: R. Pouso Alegre, R. Prof. Eunice S. Maia, R. São João Del Rey, R. Uberaba, Rua Varginha; R. Campos Gerais, R. Caratinga, R. Planura; Av. dos Palmares 1 e 2, R. do Moinho, R. Rio de Janeiro, Rua Salvador; Av. dos Palmares 3, R. Eucalipto, R. Palmeira, R. Seringueira; R. da Imprensa, R. dos Contabilistas, R. dos Dentistas. R. dos Farmacêuticos, R. dos Fazendeiros; Av. Perimetral, R. dos Peruibes, R. João de Barro; R. Roberval Ferreira de Almeida, R. Saldanha da Gama e Rua Venezuela.

Critérios de escolha
Ao todo serão 34.547 m2 de ruas pavimentadas no município. Entre os critérios técnicos para escolha dessas vias, como prioridade no serviço, estão a quantidade de pessoas residentes nas ruas selecionadas. “Já assinamos a ordem de serviço e, a partir de hoje, já começa a contar o prazo para empresa executar o projeto. Esperamos que, durante a semana, tudo já esteja mobilizado para iniciar a raspagem das ruas”, disse o prefeito.

Frentes de serviço
“Serão sete frentes de serviço buscando a equidade na execução do serviço. Algumas dessas ruas não possuem rede de esgoto, então entramos em contato com o Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) e fizemos a entrega da documentação necessária há quatro meses para que os serviços sejam implementados em todas as vias. Com isso, ao término da obra, teremos água, esgoto, drenagem, pavimentação, calçadas e sinalização nesses locais. Um serviço completo para a população.Continuaremos trabalhando para deixar Passos 100% pavimentada”, disse a secretária de Obras, Habitação e Serviços Urbanos Clélia Rosa.

Taxa do lixo
Por unanimidade, a Câmara de Vereadores rejeitou, na tarde desta segunda, o projeto de lei que pretendia instituir a cobrança da taxa do lixo em Passos. O projeto havia sido enviado pelo Executivo em cumprimento às exigências da Lei 14.026/2020, conhecida como novo marco regulatório do saneamento básico.
Caso não enviasse o projeto propondo a cobrança do serviço pelo manejo de resíduos sólidos urbanos (RSU), o prefeito Diego Oliveira poderia ser acusado de cometer renúncia de receita e ser enquadrado nos termos da Lei Complementar 101/2000 (Lei de Responsabilidade Fiscal).
Embora só fosse necessário votar em caso de desempate, o presidente da Câmara, Alex Bueno, também se posicionou contra o projeto. Veja a justificativa no vídeo. As imagens são da TV Passos.

 

Tags:

Você também deve gostar

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *