Digite para procurar

Liberdade sobre rodas

Cidades Destaque

Liberdade sobre rodas

Compartilhar

Conheça o projeto de Passos que garante transporte público exclusivo e gratuito para cadeirantes

Texto: Pedro Freitas*
Edição: Lívia Ferreira

Ser deficiente é ser desafiado diariamente para poder estar em todos os lugares. O desafio vai muito além de rampas. Não é a cadeira a verdadeira prisão, e sim a sociedade, que nem sempre enxerga com naturalidade as diferenças.

Casos de superação como o do palestrante Nick Vujicic trazem esperança para quem sofre com alguma deficiência física mais grave. Já conquistamos muito, como as reservas de vagas nas empresas e concursos públicos.
Mas, para ganhar o mundo, é preciso sair de casa antes de decidir o que fazer com essa tal liberdade. E acessibilidade é fundamental para quem tem mobilidade reduzida.

E aqui em Passos?
Passos tem evoluído nesse sentido. Locais como cinema e lojas vêm sendo adaptados, barzinhos estão antenados, fazendo banheiros diferenciados também. Além disso, o município possui um projeto de transporte para cadeirantes.

Continua depois da publicidade 

Confira dicas de como estudar em casa em tempos de ensino remoto

O que é
O projeto Porta a Porta começou em 2005, após reunião entre representantes da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Passos (APAE) e a Reintegrar, associação responsável pelas demandas dos portadores de deficiências físicas.
As duas instituições identificaram que os cadeirantes da cidade tinham muitos problemas no quesito transporte, sendo que alguns nem sequer saíam de casa.

Como funciona
O projeto Porta a Porta trouxe liberdade e independência para essas pessoas. Um dos maiores medos dos pais de um portador de deficiência física é o perigo das ruas. No projeto, o cadeirante solicita o transporte por meio de telefone.
O ônibus busca o cadeirante no local desejado e o leva até seu destino sem a necessidade de parar em pontos de ônibus ou terminais, o que aumenta a segurança no transporte, pois há menos exposição a assaltos ou quedas acidentais.

Como solicitar
Para solicitar o transporte, é necessário ir até um Centro de Referência de Assistência Social (Cras) de Passos com documentos pessoais e comprobatórios da deficiência física. Após esse processo, que é rápido, você está liberado.
Aí é só ligar para o número da empresa de transporte do munícipio, a CAF Transportes ( 35 9 8874 9215), e indicar o endereço atual e o destino desejado.

Vale a pena saber
Esse tipo de transporte é um dos poucos na região. É uma grande vantagem. Para quem já perdeu tanto, poder trabalhar, estudar, sair sozinho e namorar é incrível. Ainda há muito o que melhorar, mas ter um serviço como esse já é uma imensa conquista.
Anota aí os telefones dos Cras e indique este conteúdo a um deficiente físico!

CRAS Coimbras – 3526-5126
CRAS Novo Horizonte – 3522 -7842
CRAS Penha – 3526-7900
CRAS Nossa Senhora Aparecida – 3522-7178
CRAS Santa Luzia – 3522-3838

*Pedro Freitas (foto) é estagiário de Jornalismo na Verboaria

Tags:

2 Comentários

  1. Elvira Merschmann 13 de abril de 2021

    Excelente e esclarecedor.

    Responder
  2. Celia Ponciano de Freitas 14 de abril de 2021

    Muito bem Pedro vc está e parabéns , sabendo discutir reivindicar e integra-se.
    É assim que vc vai longe bjs no coração.

    Responder

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *