Digite para procurar

Passos recebe a 1ª edição da Feira Niggas

Eventos

Passos recebe a 1ª edição da Feira Niggas

Compartilhar

Evento acontece dia 27/11 no Mercadão Municipal e terá shows, gastronomia, lojas de roupas, artesanato e cabeleireiros. Tudo relacionado à cultura afro

Texto: Pedro Freitas – Edição: Lívia Ferreira – Imagem: Divulgação

Passos recebe, no próximo sábado, a primeira edição da Feira  Niggas. Com entrada gratuita, o evento acontece das 10h até às 23h, no Mercadão Municipal.
Ao longo do dia serão 13 apresentações artísticas: bandas de hip hop, reggae, trap, samba, DJ Black music e samba; além de apresentação de capoeiristas. A Universidade do Estado de Minas Gerais (UEMG-Unidade Passos) estará participando com o stand da saúde e com a divulgação da história negra. Além da UEMG, a feira também está recebendo o apoio cultural da Prefeitura Municipal de Passos.

Continua depois da publicidade

Quer ver sua marca na Verboaria? Clique aqui 

Outras atrações
A feira contará  com stands de lanches, lojas de roupas, artesanatos e cabelereiros especializados em penteados afro. Durante as 13 horas de evento, serão realizados vários sorteios. Todos os protocolos sanitários de prevenção à Covid-19 devem ser seguidos por expositores e público.

08Niggas
A ideia da feira surgiu do grupo 08Niggas de Passos, criado em outubro de 2020 e que se define como Movimento Cultural Preto que busca estimular o empreendedorismo, o esporte, a arte, a educação, a inovação, a tecnologia e a valorização da cultura da raça negra. O 08Niggas, que possui uma marca de roupas com o nome do movimento, surgiu a partir da iniciativa de oito amigos: Júlio Cesar dos Santos, Reinaldo Alves, Danilo Rezende, Josmar Lucas dos Santos Silva, Gladson Marques Barbosa, Lincoln Edgar Augusto da Silva Reis, Felipe Mariano e Leandro César da Silva (foto acima). Niggas é uma gíria americana e significa negros, pretos, manos.

IBGE
Segundo dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) realizada pelo IBGE, a maioria dos desempregados é preta: 64,6%. Por isto, a principal proposta do projeto é ajudar empreendedores pretos  que possuem seus negócios fora da área central da cidade a gerir e fazer crescer seus empreendimentos – empresários, que por sinal, acabaram abrindo a própria empresa para escaparem do desemprego.

 

 

Tags:

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *