Digite para procurar

Passos: jovens criam grupo para ajudar pessoas carentes

Cidades Destaque

Passos: jovens criam grupo para ajudar pessoas carentes

Compartilhar

Conheça o #Semfim, que nasceu por WhatsApp e faz doações de alimentos, roupas e produtos de higiene pessoal

Texto: Pedro Freitas

Edição: Lívia Ferreira

Fotos: Divulgação

O início foi com trocas de mensagens. Alguém que precisava de ajuda se conectou a alguém que estava disposto ajudar. Algumas destas mensagens chegaram até Thamyres Débora, que já tinha vocação para o voluntariado. “Minha avó sempre ajuda quem para na rua pedindo comida. Sempre tive minha avó como um exemplo”. Em 2018, a convite de Thamyres, jovens de Passos começaram a se organizar em busca de doações para famílias necessitadas do município.
A história foi correndo boca a boca, de porta em porta e, em março deste ano, no auge da pandemia do coronavírus, nasceu o grupo #Semfim, formado por jovens voluntários de Passos.
Até agora são 121 membros, sendo 24 administradores. Quando não estão trabalhando, tiram parte do tempo livre para se voluntariar. “Nós nos sensibilizamos com a atual situação que estamos vivendo e partimos para a ação”, explica Breno Oliveira, um dos administradores do grupo.

Como funciona?
O grupo #Semfim tem uma página no Instagram (@semfimsolidario). Em geral, o contato inicial com as famílias acontece via WhatsApp ou rede social. Uma vez identificada a família, o grupo faz uma triagem para avaliar o grau de necessidade e o número de membros. “Caso realmente exista a necessidade, entregamos os alimentos e outras doações, como roupas e produtos de higiene pessoal”, diz Breno.

A triagem das famílias é feita pelos próprios integrantes do grupo #Semfim. Na foto, doações da Páscoa Solidária

Páscoa Solidária
A Páscoa deste ano foi uma grata surpresa para o grupo. As arrecadações começaram uma semana antes da data. A ideia era presentear cerca de 50 crianças com doces e chocolates doados pela comunidade. As doações superaram as expectativas e levaram alegria para 800 crianças, que receberam a visita e o presente do Coelho da Páscoa.

Parte dos doces arrecadados para a Páscoa Solidária

 

O plano era presentear 50 crianças. Com as doações, 800 receberam chocolates na Páscoa

Rifa

Depois veio a rifa solidária, que resultou em 29 cestas básicas compradas para famílias em situação de vulnerabilidade social. A mais nova ação é o Caldo de Feijão do Bem. Feito com alimentos doados pela comunidade e em parceira com o Rotaract Club de Passos, será vendido dia 18/06 mediante encomenda e a renda vai ser destinada à compra de cestas básicas para quem precisa.

Junto com os colegas do #Semfim, Thamyres comprou 29 cestas com o dinheiro da rifa solidária

 

Como ajudar?
Para quem deseja contribuir, basta chamar o grupo no direct do Instagram.

Você sabia?
Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD Contínua) feita pelo IBGE em 2019 revelou que a maioria dos voluntários atuam por meio de Organizações Não-Governamentais (ONGs) ou empresas.
79,9% são congregações religiosas, sindicatos, condomínios, partidos políticos, escolas, hospitais ou asilos; 13% dos voluntários cumpriram atividades em associação de moradores, associação esportiva ou outra organização.
Em termos absolutos, no país, de acordo com o IBGE, em 2019, 6,9 milhões de pessoas com 14 anos ou mais de idade realizaram algum tipo de trabalho voluntário.
No mundo, cerca de um bilhão de pessoas se voluntariam a cada ano para ajudar suas comunidades ou para fazer a diferença nas causas que lhes interessam. O país melhor colocado nesse ranking é os Estados Unidos. O Brasil está na posição 74 dentre 126 países, logo atrás do Senegal, México e Peru. (Fonte: Blog Voluntariado Empresarial)

Tags:

Você também deve gostar

2 Comentários

  1. Celia Ponciano de Freitas 3 de maio de 2021

    Muito bem , o Brasil precisa de jovens assim com iniciativa e amor no coração para ajudar as pessoas necessitadas e carentes, só assim construiremos um Brasil melhor para nosso futuro, parabéns a todos que Deus os proteja sempre.

    Responder
    1. verboaria 17 de junho de 2021

      Lindo o trabalho deles, né? Obrigada por nos seguir, Célia!

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *