Digite para procurar

Vem aí a 4ª Expo Móveis Rústicos

Decoração

Vem aí a 4ª Expo Móveis Rústicos

Compartilhar
Plínio da Costa Andrade é presidente da Acimov em Passos

Famosa pelas confecções, Passos também se consolida como polo moveleiro. Já são mais de 200 fábricas. Em junho acontece a 4ª Expo Móveis Rústicos

Mais de 200 fábricas de móveis rústicos em madeira, responsáveis pela geração de aproximadamente 4 mil empregos, sendo 2 mil diretos e 2 mil indiretos. Ao longo de quase seis décadas, a cidade viu surgir, de forma espontânea, uma indústria moveleira que une tradição, arte e práticas ecologicamente corretas.

Tudo começou com a iniciativa de dois empresários do município. Em 1961, depois de comprarem uma Kombi, passaram a percorrer as fazendas em busca de móveis de madeira antigos para comprar e revender. Os móveis vendiam muito bem, as relíquias à venda foram ficando mais escassas e a demanda só aumentava. A solução foi fabricar réplicas perfeitas a um preço mais acessível. Foi o ponto de partida para o surgimento das primeiras fábricas.

Hoje 80% da madeira usada na produção é de demolição – vinda do Paraná, São Paulo e Mato Grosso – e 20% vêm de eucaliptos provenientes de reflorestamento.  A madeira de demolição tem uma resistência maior porque já sofreu as intempéries da natureza: foi casa, curral, tomou sol, vento, chuva. Em vez de ser descartada no meio ambiente, vira móvel. E no cultivo das mudas de eucalipto são empregadas tecnologias que preparam as plantinhas para um dia virarem mobiliário.

 

buffet de madeira rústica produzido em Passos

Arte
Ser marceneiro é mais que um ofício técnico. Requer sensibilidade e um olhar apurado. “Cada tábua tem características próprias. Ao olhar para a madeira, o marceneiro-artesão sabe se ela vai servir para fazer um aparador, uma mesa, se pode receber pregos, se rende uma peça exclusiva. Nenhuma máquina consegue reproduzir esse olhar humano na criação do conceito de uma peça,”, explica Plínio Costa Andrade, presidente da Associação Comercial e Industrial de Móveis de Passos (Acimov).
Criada em 2016, a associação tem cerca de 50 associados e conta com o apoio do Sebrae; Prefeitura Municipal de Passos; Associação Comercial e Industrial de Passos (Acip); Sindicato Rural do município; Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg); cooperativa Sicoob Saromcredi; Câmara de Dirigentes Lojistas de Passos (CDL) e Sindicato das Indústrias de Mobiliário e Artesanatos de Madeira do Estado de Minas Gerais (Sindmov). “Esses parceiros foram fundamentais para a criação e sucesso da nossa associação”, ressalta Plínio.

 

recamier de madeira rústica produzido em Passos (MG)

Benefícios da Acimov
Entre os benefícios de ser um associado estão: participar da compra coletiva de insumos, que garante economia de até 40%; assessoria jurídica com desconto; contabilidade com orientações para formalização do negócio e poder participar das edições da Expo Móveis Rústicos e demais eventos promovidos pela associação.

 

sofá namoradeira de madeira rústica produzido em Passos (MG)

 

Condomínio

Na primeira quinzena de janeiro, o prefeito Renatinho Ourives (PSD) sancionou a lei 060/2020, aprovada pela Câmara Municipal. A legislação alterou a expansão urbana, o que vai permitir a criação de um condomínio industrial para a produção de móveis.  O condomínio terá 100 lotes para abrigar uma centena de empresas do setor. De acordo com Plínio, os terrenos devem ser vendidos a preços competitivos, com linhas de crédito mais atrativas, fomentando a formalização das empresas e incentivando empresários que queiram ter seus próprios barracões.

Ao mesmo tempo, a Acimov busca, na prefeitura e Ministério Público Estadual, obter a volta da liberação de alvarás para instalação de fábricas de móveis no bairro Serra das Brisas. Decisão judicial de 2016 proibiu a criação de novas fábricas no local, considerado residencial. “O objetivo é trabalharmos para transformar o bairro em uma zona mista ou parque industrial. O Serra das Brisas é hoje o maior parque industrial de geração de empregos em Passos”, explica Plínio.

 

cristaleira de madeira rústica produzida em Passos (MG)

 

Eventos
Além de vender, a indústria moveleira busca promover a cidade difundido o slogan “Passos – MG, Capital Nacional dos Móveis Rústicos”. A ideia é inserir o município na rota do cliente que busca qualidade, durabilidade e bom gosto. Foi-se o tempo em que móveis rústicos eram associados apenas a ambientes rurais. Com a criatividade de um grupo de arquitetos parceiros da Acimov, hoje é possível integrar perfeitamente peças rústicas atemporais a decorações clássicas, modernas, jovens ou adultas.
Entre os dias 23 e 26 de janeiro deste ano, os empresários do setor moveleiro de Passos exibiram as novidades do setor na Moda Rústica, mostra de móveis que aconteceu no Mercadão Municipal. Na ocasião, foi apresentada a casa rústica, onde cada ambiente recebeu móveis assinados por um arquiteto do grupo parceiro da Acimov.
Já entre os dias 25 e 28 de junho deste ano acontece a 4ª Expo Móveis Rústicos, no Parque de Exposições Adolpho Coelho Lemos. Mesclando gastronomia, música e decoração, o evento já entrou para o calendário oficial da cidade, sendo reconhecido como um local de negócios e lazer. Beleza, sustentabilidade e bons negócios. Essa moda pegou.

 


logotipo acimov passos mgContato:

Acimov

Rua Coronel João de Barros, 1580 – Centro – Passos (MG)

WhatsApp: 35 9 9742 1230

www.acimov.com.br

Instagram: @expomoveisrusticos

Tags:
Artigo anterior
Próximo artigo

Você também deve gostar

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Histórias relacionadas