Digite para procurar

Ele está faturando em plena pandemia!

Destaque Empreendedorismo

Ele está faturando em plena pandemia!

Compartilhar

Com apenas 17 anos, o passense Ângelo Oliveira montou uma loja de mangás, os famosos gibis japoneses, fechou parcerias com grandes livrarias e já vende para todo o Brasil

Texto: Pedro Freitas
Edição: Lívia Ferreira
Imagem: Arquivo pessoal

Como a paixão de um jovem por histórias em quadrinhos fez surgir um empreendimento de sucesso? Essa é a história do passense Ângelo Miguel Soares Oliveira. Com apenas 17 anos, ele criou uma loja virtual especializada em mangás, os famosos gibis japoneses.

O início
Em plena pandemia, enquanto muitos negócios estão falindo, Ângelo decidiu empreender e o negócio vai de vento em popa.
Ele sempre foi apaixonado pelas histórias em quadrinhos da turma da Mônica. Certo dia, enquanto garimpava novidades em uma banca de revistas, viu um mangá do Naruto. Foi amor à primeira vista. “Isso me fez ter uma curiosidade grandiosa por essa cultura que, a partir daquele momento, me fez querer ir atrás de novos gêneros”, explica Ângelo.

Negócio da China, ops, do Japão
O adolescente começou a colecionar mangás. Ele teve a ideia de criar no Instagram a página Mundo Mangá para vender alguns exemplares que já tinha lido. “Comecei me desapegando de umas coleções antigas e fui aprendendo a deixar encomendas no correio, assim como comprar lotes”. O negócio foi crescendo a ponto de Ângelo já conseguir ter lucro. “Dá pra tirar um bom dinheiro. No início foi difícil, porque eu não tinha noção de como administrar o negócio”, conta o jovem empresário que logo “pegou o jeito”.

Mix de canais
A loja virtual já atende todo o Brasil. O público é amplo – afinal, a paixão por mangás não tem idade. “Meus compradores têm um perfil bastante variado. Tem gente de todas as idades.”
Além de comercializar mangás direto pelo Instagram, Ângelo diversificou os canais de venda. Criou um site, um grupo de ofertas no WhatsApp, outro no Telegram, e fechou parcerias com diversas livrarias que vendem on-line, como Amazon, por exemplo. “Não tenham medo de arriscar, vocês podem perder muito por causa do medo. Foquem em algo que vocês realmente desejam”, ensina o jovem empreendedor.

Você sabia?
Os animes e mangás, tão próprios da cultura japonesa, sempre atraíram a curiosidade dos jovens. De acordo com a Biblioteca Brasileira de Mangás, o mangá com mais volumes é o KochiKam, criado por Osamu Akimoto. São 200 volumes! Pra quem ainda vai mergulhar nesta cultura, uma dica: a leitura dos mangás é feita de forma oriental, ou de trás pra frente, seguindo a lógica da escrita e leitura do idioma japonês.

E você, conhece algum jovem empreendedor na sua cidade? Conta pra gente!

 

Clique aqui e conheça a página Mundo Mangá

Tags:

Você também deve gostar

2 Comentários

  1. Samuel G. Parreiras 24 de abril de 2021

    Conheço ele e não só abriu uma loja como incentiva seus amigos a perder o medo e cair “matando” em seus sonhos! Uma pessoa incrível e que merece só o mundo inteiro. Tiro chapéu pra esse jovem!

    Responder
    1. verboaria 24 de abril de 2021

      Muito legal, né? E de gente assim, inspiradora, que o precisa!

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *